Safernet e Facebook levam ações de combate à desinformação sobre COVID-19 e vacinas para 50 mil alunos do ensino público

Comportamento Online

Safernet e Facebook levam ações de combate à desinformação sobre COVID-19 e vacinas para 50 mil alunos do ensino público

Compartilhar
Programa Cidadão Digital, lançado em 2020, já capacitou 97 mil alunos. Nova edição reforça a educação midiática sobre COVID-19 e vacinas

A Safernet Brasil e o Facebook, em parceria com o Instituto Palavra Aberta, anunciam o lançamento da segunda edição do Cidadão Digital, programa criado com o intuito de levar ações de educação para cidadania digital a alunos da rede pública de todo o país. Neste ano, o programa gratuito tem como prioridade capacitar os jovens para a análise crítica de informações, principalmente relacionadas à Covid-19, já que a epidemia ressaltou a importância e a urgência de combater a desinformação na área da saúde. O Instituto Palavra Aberta, referência em educação midiática no Brasil, será o parceiro responsável por desenvolver esse material para o programa. O objetivo em 2021 será chegar a 50 mil alunos de escolas públicas, prioritariamente entre 13 a 17 anos, e 8 mil educadores, entre junho e dezembro.

“A educação midiática é um grande recurso para construirmos uma sociedade mais informada. Nesta edição do Cidadão Digital, reforçamos as bases para que os jovens estejam preparados para identificar informações potencialmente incorretas sobre COVID-19 e vacinas, mas isso os ajudará a fazer uma leitura crítica de notícias sobre outros temas também. Como o jovem é muitas vezes um vetor da informação em suas famílias, esperamos estar contribuindo também para levar informação a seus amigos e familiares,” afirma a gerente de bem-estar do Facebook na América Latina, Daniele Kleiner

“Entendemos que a educação midiática tem que ser encarada como um direito de todos, pois permite que qualquer pessoa passe a analisar criticamente as informações em qualquer meio, a produzir conteúdo com mais responsabilidade e, principalmente, a atuar de forma ética e segura do ambiente digital. Para o Instituto Palavra Aberta, participar desta edição do Cidadão Digital é uma grande oportunidade de contribuirmos para o aprofundamento do letramento digital e informacional de jovens, num momento em que essas habilidades passam a ser cada vez mais necessárias com o cenário de pandemia que vivemos”, explica Patricia Blanco, presidente do Instituto Palavra Aberta.

Os temas que foram abordados em 2020 também estão contemplados na nova edição do programa, como segurança, privacidade, comportamentos positivos nas redes e autocuidado online. As atividades desenvolvidas propõem educar sobre como verificar e compartilhar informações online de forma responsável, como promover o respeito e a empatia na Internet, como prevenir o bullying, além da importância de gerenciar sua presença online com ferramentas de privacidade e segurança.

Esta edição contará ainda com o novo módulo Criptografia de Ponto a Ponto para conscientizar sobre a importância do uso deste recurso para um ambiente digital mais seguro e privado. Entre as novidades, o Cidadão Digital lançará um Manual Prático de Segurança Digital para Escolas e um Guia de Formação em Educação para Cidadania Digital para Educadores.

"Em 2021, os temas continuam urgentes e nosso objetivo é reforçar que precisamos falar não apenas das tecnologias como ferramentas no ensino remoto, mas também pautar o uso ético das tecnologias na vida cotidiana dos alunos, dentro e fora do contexto escolar. Estamos animados para trabalhar com os novos jovens na promoção de rotinas digitais mais saudáveis, atentos especialmente aos desafios de cuidado com a saúde mental deles", reforça Rodrigo Nejm, diretor de educação da Safernet Brasil.

A primeira etapa do projeto se inicia com um processo seletivo de jovens embaixadores que, após passarem por uma capacitação e experimentarem a criação de conteúdos online, receberão uma bolsa de R$ 1.500 do programa e ministrarão as atividades de educação digital com mentoria e supervisão da equipe da Safernet. Os jovens interessados em se tornar embaixadores podem se inscrever a partir do dia 17 de março no site www.cidadaodigital.org.br.

Segundo Jade Christinne dos Santos, embaixadora do programa em 2020 e jovem mentora em 2021, "O Cidadão Digital me ajudou a desenvolver muitas habilidades, como a articulação. Fechamos uma parceria institucional com a secretaria de educação da minha cidade, e isso permitiu que levássemos as atividades do programa a 28 escolas. Estou muito satisfeita em ter contribuído para transformar o Cidadão Digital em uma ferramenta de política pública e entusiasmada em facilitar essa trajetória para outros jovens." 

Os educadores poderão inscrever suas escolas e turmas online para receber as ações remotas do programa e também participar da formação online exclusiva sobre cidadania digital, com certificação gratuita.

 

Resultados de 2020

Em 2020, o Cidadão Digital impactou mais de 97 mil estudantes, superando a meta de alcançar 30 mil estudantes até o fim do ano passado. "Em 2020, mesmo com as dificuldades decorrentes da pandemia, conseguimos gerar um impacto social enorme, estimulando usos mais positivos das redes. Os jovens embaixadores trouxeram propostas criativas e engajadoras, implementadas como educação entre pares, para mobilizar alunos da rede pública de forma leve e dinâmica", observa Rodrigo Nejm, diretor de educação da Safernet Brasil.

Ao todo, foram mais de 922 horas de atividades em diversos formatos que pudessem engajar os estudantes como videoaulas, dinâmicas em aplicativos de mensagem, jogos e quizzes e exercícios em grupos de redes sociais. Além dos 97 mil alunos que participaram do programa em 18 estados e no Distrito Federal, o Cidadão Digital também impactou 61 mil educadores, que acompanharam o programa com os estudantes.

Em 2021, todos os conteúdos produzidos em 2020 continuarão disponíveis para download e farão parte da formação dos jovens. Além do Guia Cidadão Digital, cartilha que aborda os temas centrais do programa e traz sugestões de atividades, há ainda conteúdos audiovisuais, como as quatro videoaulas conduzidas por embaixadores do programa, disponíveis no Facebook e no Instagram da Safernet. O guia está disponível para download no site www.cidadaodigital.org.br, também em versões em espanhol e em inglês.