Neonazismo

Crimes na Web

Neonazismo

Compartilhar
Neonazismo é crime também para quem propaga a ideologia na web

O movimento neonazista ganhou força no Brasil na década de 80, inspirado pelo movimento original iniciado em países da Europa, que envolvia grupos específicos em torno do ideário nazista. Ainda hoje o movimento tem representação no país. Existe mais de uma dezena de grupos neonazistas no Brasil, somando um total estimado entre dois e três mil ativistas organizados e um grande número de simpatizantes.

Neonazismo é crime contra os Direitos Humanos. Consiste na intolerância com base na ideologia nazista de superioridade e pureza de determinada raça com recursos de agressão, humilhação e discriminação. No caso específico do neonazismo, está incluído quem fabrica, comercializa, distribui ou veicula símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda com símbolos (como a cruz suástica) e defesa do pensamento nazista.

De forma análoga ao movimento internacional, os grupos brasileiros professam ideias ultranacionalistas, racistas, xenófobas e discriminatórias com apologia, em maior ou menor grau, ao uso da violência. Geograficamente, são identificados em maior número em São Paulo - com grande concentração na capital paulista e na região do ABC -, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Distrito Federal e Espírito Santo. Os grupos fazem uso da internet para divulgar os ideais do sistema.

A Safernet atua para coibir este tipo de utilização da web e torná-la mais segura e livre pela igualdade de acesso e o pleno exercício dos direitos e deveres na vida online. Você também pode contribuir com a construção de uma internet mais segura informando-se e com a participação em nossos canais: o Helpline, para pedidos de ajuda e o Hotline, para denúncia. Por meio da sua participação, conseguimos identificar com mais rapidez esses conteúdos e atuar para removê-lo, além de encaminhar possíveis identificações para as autoridades federais, como a Polícia Federal e o Ministério Público, responsáveis pela segurança contra os crimes também na internet.